quarta-feira, 16 de maio de 2018

PRÊMIO JABUTI 2018 - A CBL ANUNCIOU EM COLETIVA DE IMPRENSA. JÁ ESTÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O PRÊMIO JABUTI 2018. INSCREVA-SE.



 
 
 
 
 
Aconteceu dia 15 de maio, na sede da Câmara Brasileira do Livro, a coletiva de imprensa do 60º Prêmio Jabuti. Luís Antonio Torelli, presidente da CBL e o curador, Luiz Armando Bagolin, apresentaram as novidades desta edição.
 
As inscrições estão abertas e seguem até 28 de junho. Clique aqui e confira o regulamento.
Para informações e inscrições:
 





 
 
 
 
 
LEIA MATÉRIA COMPLETA
 
 
 
 
 
Na manhã desta terça (15), Luís Antonio Torelli, presidente da CBL, Luiz Armando Bagolin, curador do prêmio e integrantes do conselho curador, Pedro Almeida, Jair Marcatti, Mariana Mendes e Tarcila Lucena anunciaram as mudanças da 60ª edição do Premio Jabuti.





 
 
Dentre as muitas novidades desta edição estão a diminuição no número de categorias, que agora serão divididas em quatro eixos; uma nova categoria dedicada a ações de incentivo à leitura; inscrições diferenciadas para os autores independentes; e mudança no valor dos prêmios.
 
A ideia principal do Prêmio é voltar o foco para o leitor, e segundo Bagolin, o objetivo de todas as mudanças é abrir e democratizar o Jabuti. “Queremos que ele volte a ser algo disputado e não que depois de três meses, ninguém mais lembre quem foram os vencedores. Antes muita gente subia ao palco e a cerimônia era cansativa”, contou.
 
Para mudar isso, o Jabuti terá a partir deste ano, 18 categorias e não mais 29, que serão dividias em quatro eixos: Literatura (romance, poesia, conto, crônica, infantil e juvenil, tradução e HQ), Ensaio (biografia, humanidades, ciências artes e economia criativa), Livro (projeto gráfico, capa, ilustração e impressão) e Inovação (formação de novos leitores e livro brasileiro publicado no exterior). Segundo Bagolin o prêmio não ficou menor, o que houve foi uma racionalização das categorias.
 
Sobre a nova categoria de Formação de novos leitores, o objetivo é incentivar a leitura entre os brasileiros, premiando ações, projetos e iniciativas que despertem e sustentem o interesse pela leitura. "Estamos atentos à evolução do mercado e consideramos ser muito importante atualizar a premiação e torná-la ainda mais democrática", explicou Torelli.
 
Os autores independentes também saíram ganhando com as mudanças. Para eles, o valor das inscrições será menor e o novo modelo de inscrições também ajudará os autores que não têm editora: agora as inscrições serão feitas no formato digital, não sendo mais necessário o envio de cinco exemplares da obra para análise - exceto as categorias do Eixo Livro – o que também irá baratear o custo para as editoras.
 
Outra mudança importante é que não haverá mais premiação para os 2º e 3º colocados e o vencedor de cada categoria será conhecido somente durante a cerimônia. “Queremos que o Jabuti volte a se tornar mais competitivo e mais valioso, conhecer o vencedor no momento da cerimônia aumenta o valor simbólico do prêmio”, explicou Bagolin.
 
O público só irá conhecer previamente, os 10 finalistas de cada categoria. O Jabuti passa a ter também somente um vencedor na categoria Livro do Ano, podendo ser uma obra de Ficção ou Não ficção.
 
A partir desta 60ª edição, os primeiros colocados de cada categoria irão ganhar além da estatueta, um prêmio no valor de R$ 5 mil e o vencedor do Livro do Ano receberá R$ 100 mil.
Jurados
 
O corpo de jurados do prêmio continua sendo composto pode três membros para cada categoria mas dessa vez, cada jurado terá dois meses para fazer sua análise. Agora eles irão selecionar 13 obras para analisar. “Antes, 70% dos jurados eram acadêmicos e no ano passado isso mudou, queremos para este ano ampliar essa experiência, queremos que os jurados sejam leitores”. Os jurados poderão também ser indicados pelo mercado editorial e a validação deles será feita pelo Conselho Curador.
 
As indicações abrem em 15 de maio de 2018 e seguem até 15 de junho de 2018.
 
Sobre todas essas mudanças, Bagolin acredita que os efeitos positivos serão vistos ao longo do tempo. “Queremos trazer um modelo novo, mas que irá abrir o prêmio. A tentativa é trazer o leitor para o foco e é essa a pergunta que temos que fazer, quem são os leitores hoje? Foi esse questionamento que deu início às mudanças”.
 
As inscrições para todas as categorias estão abertas a partir de hoje (15) até 28 de junho. Os finalistas de cada categoria serão anunciados pela CBL e a premiação ocorrerá no dia 8 de novembro, às 19h, no Auditório do Ibirapuera.
 
 
 
 






 
 
 
O regulamento já está disponível
no site do prêmio. É só clicar no link abaixo:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
APOIO NA DIVULGAÇÃO
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 








Nenhum comentário: