quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

REVISTA "IN" TRANSITIVA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO. É INDICADA NA VITRINE DO FOCUS DURANTE O MÊS DE JANEIRO DE 2018.

REVISTA "IN" TRANSITIVA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO. EDIÇÃO 01 DE DEZEMBRO DE 2017 É INDICADA NA VITRINE DO FOCUS PORTAL CULTURAL DURANTE O MÊS DE JANEIRO DE 2018.





 



PALAVRAS DO EDITOR VICTOR SCHLUBE.

 
 
LIBERTAR, VERBO INTRANSITIVO

 
 
Fez-se a intransitiva.

 
Fruto do esforço coletivo de estudantes e professores universitários, a revista que agora apresentamos é um campo aberto à criação artística. A vontade de produzir criativamente, era latente, ainda que tímida nos estudantes universitários que fizeram parte da concepção desta revista. A maior parte era isolada em seus perfis da Medium, ou blogs esquecidos, talhando palavras no silêncio e para fora de nossos muros. No prédio da Letras, espaço que cultiva a linguagem e a literatura, não eram mais escritores. Nos fazíamos outras: alunos, monitores, professores, colegas; não mais artistas. O incômodo do corpo docente que nos observava se materializava na pergunta que agora nos impulsiona: vocês não escrevem? Mais do que um gesto confirmativo, exclamamos uns aos outros essa questão, perseguindo uma comunidade da qual agora fazemos parte. Um singelo grupo que em um ano cresceu impressionantemente, e que agora já configura uma rede: teias de autores, editores e colaboradores. Abrimos, então, a porta que faltava: a do leitor.
 
Convidamos você a fazer parte deste universo onde o privilégio é a arte. A criação é nosso imperativo, sempre acompanhado de um desejo de circulação.

 
Nessa edição, propusemos o exercício da escrita sobre liberdade. Nossos potenciais autores foram convidados a se debruçarem sobre essa engrandecedora pulsão de vida humana, pensando, por meio da linguagem, o que nos torna livres. Entre cigarros e jaulas de pássaros, convidamos você, leitor, a passear por nossos bosques da criação, reacendendo liberdade não enquanto algo de sujeitos, lugares ou condições de vida específicos, mas sim enquanto experiência existencial. Esperamos verdadeiramente, que possa fruir sem amarras página a página.


Incentivamos que todos que nos leem participem de nossas redes de criação. Nosso desejo é que não se construam limites entre os papéis de leitores(as) e autores(as) que aqui desenhamos.

 
Ou que eles estejam, ao menos, livremente, borrados.
Uma ótima leitura!
Victor Schlude
Em nome do Corpo Editorial
da Revista intransitiva.


 
REVISTA INTRANSITIVA
DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO
DEPARTAMENTO ANGLO-GERMÂNICAS.


 
LEIA A REVISTA COMPLETA NO LINK:
 








APOIO NA DIVULGAÇÃO
 
 
 



 
 
 
 
 
 
 
 



 

Nenhum comentário: