sábado, 26 de maio de 2018

ACADEMIA NITEROIENSE DE LETRAS CONVIDA PARA A PALESTRA LITERATURA INFANTIL - UM GÊNERO POLÊMICO COM PROFESSORA ESCRITORA DOUTORA MÁRCIA MARIA DE JESUS PESSANHA.

 
 
(CLICAR NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA)
Imagem mera ilustração do Focus Portal Cultural
 
 
 
 
 
 
 

ACADEMIA NITEROIENSE DE LETRAS
CONVIDA PARA A PALESTRA
LITERATURA INFANTIL - UM GÊNERO POLÊMICO, que será realizada dia 30 de maio de 2018, às 17 horas, na Sede da ANL – Rua Visconde do Uruguai, 456 – Centro – Niterói – RJ.
A conferência será proferida pela Professora Escritora Doutora Márcia Maria de Jesus Pessanha.
A ANL sentir-se-á muito honrada com a sua presença.
Márcia Maria de Jesus Pessanha
Presidente da ANL
 
 
 
 

UM POUCO SOBRE A
ACADÊMICA MÁRCIA PESSANHA
 
 
 
 
 



Possui graduação em Português/Francês pela Universidade Federal Fluminense (1977), Mestrado em Letras pela Universidade Federal Fluminense (1983), Doutorado em Letras/Literatura Comparada pela Universidade Federal Fluminense (2002).
 
Professora Associado IV da Universidade Federal Fluminense. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Didática de Línguas Estrangeiras Modernas, atuando principalmente com as disciplinas Didática e Prática de Ensino de Português/Francês e Literatura.
 
 
Também ministrou a Disciplina Relações Étnico- Raciais na Escola do curso de Pedagogia da UFF. Aborda principalmente em suas atividades os seguintes temas: Relações Raciais e Educação, Literatura, Literatura infantil, Estudos Culturais e Cotidiano. Atua no Grupo de Pesquisa ligado ao PENESB (Programa Nacional de Educação sobre o Negro na Sociedade Brasileira), desenvolvendo cursos de extensão e de especialização referentes ao tema.
 
Diretora da Faculdade de Educação da UFF e Presidente do Colegiado de Unidade da ESE-UFF até junho de 2011, Membro do CUV (Conselho Universitário) e da Câmara de Legislação e Normas do CUV. Membro do Fórum de Diretores das Universidades Públicas Federais (FORUMDIR) até junho de 2011.
 
Atual Coordenadora do PENESB a partir de outubro de 2011 e Coordenadora do NUEC/PROEX/UFF a partir de abril de 2013. Representante Regional da Fundação Cultural Palmares (Rio de Janeiro e Espírito Santo) 2015/ 2016.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
APOIO NA DIVULGAÇÃO
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 


sexta-feira, 25 de maio de 2018

O FOCUS PORTAL CULTURAL A HOMENAGEIA A BANDA DO COLÉGIO SALESIANO-SANTA ROSA, PELOS SEUS 130 ANOS DE SUCESSO

 
BANDA DO COLÉGIO SALESIANO SANTA ROSA
A BANDA ESTUDANTIL MAIS ANTIGA DO BRASIL







 
 
 
 

A Banda do Salesiano Santa Rosa foi fundada em 1888 pelo padre Pedro Rotta, seu primeiro maestro, e mantém-se em atividade ininterrupta até a presente data. Conquistando, assim, o título de “A Banda Colegial Mais Antiga do Brasil”. Com muitos talentos revelados, a Banda coleciona vários títulos e troféus em campeonatos estaduais e nacionais e sete títulos em sua discografia.
 
Entre as presenças indeléveis da Banda está o mestre Affonso Gonçalves Reis, que foi por mais de 60 anos foi maestro da Banda. Seu exemplo de dedicação à música e à formação dos jovens foi reconhecido e exaltado em várias homenagens e premiações. Inclusive o Título de Cidadão Niteroiense, RJ.
 
A partir de 2005, o maestro Alexandre Baluê, que também começou sua trajetória musical nessa Banda em 1971, assume os ensaios e a regência da Banda. Formada hoje por alunos, ex-alunos e membros da comunidade.






 

A Banda do Colégio Salesiano Santa Rosa teve participação especial em duas novelas de época na Rede Globo de Televisão: “Olhai os Lírios do Campo” e “O Ateneu”. Em 2011, por ocasião da comemoração dos 51 anos de Brasília, DF, foi a única banda colegial do Brasil a ser convidada para fazer parte do Desfile Oficial de 7 de setembro.

Destaca-se ainda com os títulos de: Patrimônio Cultural Fluminense, concedido pela Secretaria de Estado e Cultura, RJ; Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural de Natureza Imaterial do Município de Niterói; Campeã no II Festival de Música da Juventude em Zurique, Suíça, em 1992.




SAIBA MAIS

 
 
 
 
 
 
 
 
Cinco anos após a implantação do Colégio Salesiano Santa Rosa, em 1883, em Niterói, o padre Pedro Rotta criou a banda musical, formada pelos alunos artífices das escolas profissionais.
 
A Banda do Salesiano, que carrega o título de "A Banda Colegial Mais Antiga do Brasil”, sempre esteve à frente das festas cívicas, contagiando o público com marchas e hinos patrióticos, comandando desfiles escolares, impondo sua cadência e expressando através da música um sentimento de comunidade. composta de alunos, ex-alunos e membros da comunidade, já passaram pelo grupo inúmeros músicos, que hoje integram outras bandas civis e militares, orquestras nacionais e internacionais, grupos de câmara ou que fazem carreira como solistas.
 
Em mais de 100 anos de história, a Banda participou de inúmeros festivais e apresentações, tendo lançado, também, um LP pelo Selo Niterói Discos, em 1993, que carrega o nome do grupo e composições de músicos nacionais e internacionais.
 
Ano:1993
 
Nome do LP: Banda de Música do Colégio Salesiano Santa Rosa
 
MÚSICAS
 
Lado a
01. Ouro Negro (Joaquim A. Naegele)
02. Tusca (Estevão Moura)
03. Bouquet (Anacleto de Medeiros)
04. Samburá (Barbosa de Brito)
 
Lado b
05. Copacabana (João de Barro e Alberto Ribeiro)
06. Lucia Dantas (Felinto Dantas)
07. Cel Bogey on Parade (K. J. Alford)
08. Beelzebud (A. Catozzi)



 
 
 



 
(CLICAR NA SETA DA IMAGEM
PARA ASSISTIR AO VÍDEO)
 

 
OU CLICAR NO LINK DO CANAL YOU TUBE
 
 










APOIO NA DIVULGAÇÃO












 
 
 
 
 
 
 

quinta-feira, 24 de maio de 2018

PERCUSSIONISTA E BATERISTA BRITÂNICO CARL PALMER NO TEATRO MUNICIPAL DE NITERÓI. GRANDE MOMENTO DO MÚSICO INTERNACIONAL.

 
 
CARL PALMER NO MUNICIPAL DE NITERÓI
 
 
 
 
O Teatro Municipal de Niterói recebe no dia 26 de maio, Carl Palmer com a turnê ‘EMERSON LAKE & PALMER LIVES ON!’, uma homenagem/celebração aos seus companheiros de ELP Keith Emerson e Greg Lake. Palmer apresentará novos arranjos ousados das mais queridas criações instrumentais do ELP.
 
 
 
 
Além da forte presença de Palmer no palco, a turnê também vai destacar seu trabalho nas artes plásticas, feito há pouco tempo em parceria com o californiano Scene Four Art Studios. Palmer recentemente criou duas novas imagens: ‘Welcome back’ (dedicada para Emerson) e ‘Lucky Man’ (dedicada a Lake) e várias outras peças e fotos e imagens históricas, que serão exibidas durante as apresentações em vídeo projetado no fundo do palco.
 
 
 
 
 
 
Uma experiência multimídia, combinando música e projeções em vídeo, o show promete ser uma das excursões mais arrebatadoras a passar pelo Brasil em 2018.
Desde 2001 toco com meu próprio trio, trocando os teclados pela guitarra,” conta Palmer. “Eu senti que seria a maneira honesta de me aproximar da música do ELP, esse formato fez sentido pra mim. A ideia era reinventar essa música.”
Carl Palmer ELP Legacy é um power trio quente com o próprio na bateria e percussão; o guitarrista Paul Bielatowicz e o baixista Simon Fitzpatrick.
Entusiastas da bateria podem esperar uma noite de rara exibição de talento percussivo, do homem que levou a bateria para a linha de frente do rock.
 
 
 

 

 
 
 
 
 
 
UM POUCO SOBRE CARL PALMER
 
Carl Palmer nascido Carl Frederick Kendall Palmer, em 20 de março de 1950, em Handsworth, Birmingham, Inglaterra, é um percussionista e baterista britânico. Palmer é veterano em várias bandas britânicas, incluindo The Crazy World of Arthur Brown, Atomic Rooster, Emerson, Lake & Palmer e Asia. Também contribuiu em trabalhos de Mike Oldfield. É frequentemente creditado como um dos maiores e mais influentes bateristas de rock de todos os tempos, votado durante toda a década de 70 melhor baterista do ano no Reino Unido pelo jornal Melody Maker, desbancando nomes como John Bonham, Roger Taylor e Billy Cobham, além de mais de 20 prêmios ao longo das décadas.
 
 
 
 
 
 
Embora possua longo currículo caracterizando-o como um dos melhores bateristas do mundo, por ter integrado bandas com trajetórias instáveis, não é tão citado atualmente entre o grande público.
Um ponto de confusão em sua carreira é relacionado com seu trabalho no The Crazy World of Arthur Brown. Ele foi baterista durante a turnê do grupo, mas não participou do álbum auto intitulado da banda, cargo ocupado por Drachen Theaker. Entretanto, o medo em voar de Theaker o impossibilitava em realizar turnês com o grupo, tarefa passada então para Palmer.
Seguido de sua saída do The Crazy World of Arthur Brown, Palmer juntou-se a Vincent Crane para formar o Atomic Rooster. Tocou somente em um álbum antes de sua saída para o Emerson, Lake, and Palmer. Palmer permaneceu na banda até o fim em 1979. Seguiu com uma nova banda P.M. e deixou posteriormente o projeto em favor do Asia, com antigos membros do Yes, King Crimson e The Buggles. Palmer e Emerson reuniram-se novamente, dessa vez com o guitarrista e vocalista Robert Berry, para formar o 3, lançando um álbum sem sucesso em 1988.
 
 
 
 
 
 
Palmer reuniu-se para reformular o ELP em 1992 para Black Moon e In the Hot Seat em 1994. Seguido do final definitivo do ELP em 1998, e do High Voltage Festival em 2010, Palmer continua a realizar turnês com sua própria banda tocando versões de músicas do ELP.
Apesar de nenhuma das bandas em que Palmer foi integrante estar no Hall da Fama do Rock and Roll em Cleveland, a bateria de Palmer está presente, após ter sido comprada e doada por Ringo Starr.
 
CLICAR NA IMAGEM PARA ASSISTIR
UMA APRESENTAÇÃO DE CARL PALMER.
 
 
OU CLICAR NO LINK DO CANAL YOU TUBE
 
 
 
 
 
 
 
SERVIÇO
 
 
Carl Palmer
Data: 26 de maio
Horário: Sábado às 20h
Duração: 120 min
Classificação etária: Livre
Ingresso: R$ 300,00 (Plateia e frisas)
e R$ 250,00 (Balcões e galeria)
 
Local: Teatro Municipal de Niterói
Endereço: Rua XV de Novembro, 35, Centro,
Niterói - RJ - BRASIL
Tel: 2620-1624
Horário de funcionamento da bilheteria:
 
• Ingressos antecipados: terça a sexta, das 10h às 18h.
sábados, domingos e feriados, das 15h às 18h (se houver teatro Infantil, das 17h às 18h).
• Ingressos para o espetáculo do dia: das 10h até o início do mesmo.
• A bilheteria fecha para almoço das 13h às 14h.  
 
Vendas online pelo site Ingresso Rápido:
 
 
 
 
 
 
 
APOIO NA DIVULGAÇÃO
 
 
 
 
 
 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
FONTE
Assessoria de Imprensa – TMN
ASCOM Secretaria de Cultura/ FAN
 
 
 

TEATRO POPULAR DE NITERÓI ABRE TEMPORADA DE FESTAS JUNINAS.

 
 
 
Banda Forrófunfá
 
 
 
 
 
Nos dias 2 e 3 de junho, a partir das 17h, o Teatro Popular Oscar Niemeyer e o Caminho Niemeyer realizam sua festa junina com toda a tradição: barraquinhas de comidas típicas, trios de forró pé de serra e muito mais. A classificação é livre e os ingressos a preços populares: R$ 20 e R$ 10 (meia entrada ou com 1kg de alimento não perecível).
 
Camisa xadrez, bota e chapéu de palha são os trajes sugeridos para o São João do Oscar, que contará com toda a riqueza cultural de uma das festividades mais enraizadas do país. O evento terá estrutura para atender as famílias com os pequenos, garantindo a diversão para todas as idades e contará com varias atrações musicais, entre elas a Sinfônica Ambulante, a banda Raiz do Samba, o grupo Tribo de Gonzaga, o Trio Espírito Santo, entre outras.
 
Atrações confirmadas:
 
- Sinfônica Ambulante: o grupo niteroiense surgiu em 2011 com diversas influências, o que se reflete em sua pluralidade de repertório que vai de Zé Kéti a Nirvana e Beatles, do samba de Jorge Benjor ao funk music de James Brown. Para o arraiá, haverá releituras divertidas das clássicas canções juninas.
 



Raiz do Sana.




 
- Raiz do Sana: banda, originária de Macaé-RJ, mistura os típicos ritmos nordestinos com elementos do rock, do soul e até do samba. Com cinco discos gravados, tem 19 anos de carreira e cerca de 1.200 shows, entre eles apresentações internacionais.





Tribo de Gonzaga


 
 
- Tribo de Gonzaga: considerada uma das melhores bandas de Petrópolis-RJ. Com 12 anos de carreira, possui 3 álbuns lançados, todos de forma independente.
 
- Trio Espírito Santo: no repertório, o autêntico pé de serra, que em uma mistura única de clássicos com suas músicas autorais, cria o show ideal para quem gosta de dançar o forró.
 
 
Mará e Zé Calixto - Encontro com os 8 baixos.





 
- Guilherme Mará: possui mais de 20 anos de carreira e traz os elementos do mais tradicional forró pé de serra junto ao seu grupo Forró do Mará. Mostra um “Rala bucho” do mais autêntico, com toques de maracatu e do xaxado.
 
 
 
- Forrófunfá: é dedicado predominantemente ao forró pé de serra, com adaptações exclusivas para o estilo e músicas autorais.
 
- Gonzagão do Pavilhão: referência nacional de quadrilha. Com 10 anos de carreira, o grupo fundado em São João do Meriti é a quadrilha oficial da Feira de São Cristóvão. Mais de 1.500 pessoas já dançaram ou dançam na quadrilha Gonzagão do Pavilhão, que atua diretamente na preservação e no resgate das culturas populares.
 
- Ednaldo e Miguel Bezerra: dupla de repentistas conhecida como a dos poetas populares que fazem versos de improviso. O canto alternado acompanhado da viola na afinação nordestina da dupla vai encantar e surpreender a todos com as rimas incríveis e elaboradas na hora.

 
 

Sinfônica Ambulante
Divulgação - foto por Fernando Filho.





 
Serviço:
São João do Oscar
Quando: 2 e 3 de junho, a partir das 17h
Onde: Caminho Niemeyer – Rua Jornalista Rogério Coelho Neto, s/n, Centro, Niterói – RJ
Classificação: livre
Ingresso: R$ 20 (inteira) / R$ 10 (meia ou levando 1kg de alimento não perecível)


APOIO NA DIVULGAÇÃO
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 






POSTADO TAMBÉM NO
PORTAL SEM FRONTEIRAS -
COLUNA FOCUS CULTURAL
CLICAR NO LINK:

http://www.redesemfronteiras.com.br/noticia_ver.php?id=3780 
 






 

FONTE:

Departamento de Imprensa SMC/FAN
Secretaria Municipal de Cultura - Niterói

Fundação de Arte de Niterói - FAN